Fernando de Noronha é o paraíso do surfe brasileiro. Entre os meses de dezembro e março as ondulações crescem, atraindo surfistas do mundo todo. Nesse período é inverno no hemisfério norte e as grandes tempestades que acontecem por lá repercutem na ilha, formando ondas de até 6 metros. São os famosos Swells!

É o seguinte: a turbulência destas tempestades impulsiona a superfície oceânica criando grandes ondulações que se propagam e podem viajar por longas distâncias aumentando de tamanho quando o mar vai ficando raso. As águas se agitam e os surfistas fazem a festa! Quando o mar começa a subir os amantes do esporte invadem quase todas as praias do Mar de Dentro. Cada uma tem sua particularidade, nível de dificuldade e tamanho das ondas. Se informe antes de cair na água!

  • Cacimba do Padre

Pegar umas ondas no mais famoso pico de Noronha é o sonho de muitos surfistas. As ondas quebram perto da areia, fazendo com que sempre gerem ótimos tubos – principalmente de esquerda. É lá que a maior parte dos campeonatos de surfe acontece e as ondas podem chegar a até 5 metros. Os surfistas vão ao delírio! Suas vizinhas: Bode e Quixabinha, também geram ondas excelentes.

  • Boldró

É preciso muita experiência para se aventurar por essas águas. O fundo do mar é de corais afiados e como a profundidade é baixa, o local requer cuidado.  

  • Conceição

O visual de dentro da água é incrível! Nativos e turistas disputam as melhores ondas. Quando o mar não está tão grande, é fácil ver turistas tendo aulas de surfe. Lá as ondas quebram com consistência e geram ótimas sessions. Vale à pena conferir!

  • Meio e Cachorro

Menos conhecidas, as duas praias vizinhas ficam mais tranquilas e fora dos holofotes. É ideal para quem quer aprender! As ondas são protegidas e têm boa formação.

  • Porto

Quando o swell entra com força, nem a protegida Praia do Porto escapa. As ondas são menores e a entrada é fácil.

  • Biboca

Os tubos mais largos de Noronha! A praia, à esquerda do Porto de Santo Antônio, é um pico para poucos. A onda é muito forte e o chão de coral e pedras soltas dificulta a entrada. 

Separe a prancha e fique ligado na temporada de ondas!

Se for surfar nos points mais irados do país, você não pode ir embora sem antes registrar todos os momentos. Por isso, vamos te dar uma dica: marca um horário com a Michele, ela faz fotos incríveis enquanto você pega as melhores ondas. Michele Roth: (81) 99669.6619 / micheleroth13@hotmail.com