O Porto de Santo Antônio está em situação precária, tanto na área de turismo, quanto no setor de carga. Nesta sexta-feira (5), o administrador de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, assinou a ordem de serviço para a recuperação do porto.

O contrato prevê um investimento no valor de R$ 5.605.000,00, recursos próprios. ”Dentro de 15 dias iniciaremos a obra. Perante a situação do Porto de Santo Antônio, que necessita de recuperação emergencial, nós entramos em contato com o Tribunal de Contas e recebemos a informação que era possível fazer dispensa de licitação. Fizemos um chamamento público e a empresa Jatobeton habilitou-se, o trabalho vai começar”, informou o Guilherme Rocha.

A expectativa é que a obra seja realizada em cinco meses. O desafio da empresa é realizar o serviço no período de alta estação, quando movimento no Porto de Santo Antônio aumenta muito, e ainda próximo ao período de mar revolto, as ondas geralmente chegam no final do ano e castigam a região portuária da ilha.

“ Vamos ter que atender todas as necessidades, vamos fazer um planejamento para não interferir nas atividades de carga a descarga de Noronha. Nós vamos trabalhar com segurança, quando não possível nós suspenderemos os serviços nos dias de mar revolto”, explicou o representante da empresa que vai executar a obra, Aguinaldo Paraíso.

Fonte: https://glo.bo/2ORxwdi