Neste sábado (25), Fernando de Noronha adere “A Hora do Planeta”, um protesto que é realizado em todo o mundo para alertar para os riscos das mudanças climáticas. O evento também quer passar informação da necessidade reduzir a emissão de carbono. O protesto é um blecaute voluntário e simbólico, promovido pela organização ambiental WWF ( World Wide Found for Nature, que significa Fundo Mundial para a Natureza).  Na ilha os organizadores estão solicitando que as luzes sejam apagadas das 20:30h às 21:30h. A Administração do Distrito e o Projeto Tamar já confirmaram a participação.

As luzes do Palácio São Miguel, sede administrativa do Governo, serão apagadas no horário indicado. No Projeto Tamar o blecaute também vai ser feito no Centro de Visitantes, no Boldró. No local será promovida uma palestra, a luz de velas, de David Cordeiro. Seu David, como é conhecido, é morador velho da ilha. Pescador, Cordeiro vai contar as histórias e os causos de Noronha. Os moradores e os turistas estão sendo convidados a participar tanto da palestra quanto do apagão nas residências.

Campanha

A campanha  foi criada em 2007 em Sydney, na Austrália. De lá pra cá o evento “A Hora do Planeta”  cresceu e passou a ter adesão de mais de sete mil cidades participantes no ano passado. “Mais do que um simples apagar de luzes, a Hora do Planeta é um convite para que as pessoas parem por cerca de uma hora e reflitam sobre as nossas ações em relação ao meio ambiente; o que temos feito e o que cada um pode fazer para diminuir o problema”, comentou o diretor-executivo do WWF-Brasil, Maurício Voivodic.

Fonte: http://g1.globo.com/pernambuco/blog/viver-noronha/post/evento-hora-do-planeta-tera-adesao-em-fernando-de-noronha.html