A procura pelos exames ultrassonografia tem sido grande em Fernando de Noronha. Desde essa quarta-feira (26),  uma especialista está realizando no  atendimento no Hospital São Lucas. Nos dois primeiros dias de trabalho cerca de 60 mulheres foram examinadas. A ação faz parte da programação do Outubro Rosa, o objetivo principal é prevenir o câncer de mama.  A atividade é fruto de uma parceria firmada entre a Administração do Distrito e  a Organização Não Governamental Noronha Eu Amo Eu Cuido, com apoio da iniciativa privada.
A médica consegiu o ultrassom na iniciativa privada. A especialista  Ana Tereza Regalado, do Rio Grande do Norte, fez o contato com a Ong e apresentou uma proposta de trabalho voluntário para a ilha. “Eu consegui o empréstimo do equipamento de ultrassom com a empresa GE, o que foi fundamental para viabilizar este trabalho. Até agora identifiquei dois casos suspeitos de câncer.  Eu indiquei que as pacientes realizem a biopse no continente, logo que possível”, disse a médica.
A especialista em radiologia tem conversado com as mulheres da ilha,  Ana Regalado revela que a grande maioria não faz o autoexame. “ Muitas mulheres não fazem o autoexame por medo de encontrar algum problema, outras não fazem porque não sabem executar. Eu tenho orientado as pacientes a apalpar a mama após a menstruação. Os  movimentos devem ser feitos de forma circular nos dois seios. Em caso de qualquer suspeita deve-se procurar o médico. Estamos fazendo em Noronha exames de ultrassonografia, mas o ideal é fazer também a mamografia”, revelou a  médica.
Para muitas mulheres da ilha poder realizar a ultrassonografia  em Fernando de Noronha já é uma grande ajuda. “Eu fiz o último ultrassom há dois anos, eu estava precisando. Geralmente a gente precisa ir ao continente para fazer este tipo de exame, ainda bem que eles vieram aqui “, afirmou Verônica Barbosa dos Santos. “Eu acho ótimo, nem sempre a gente tem disponibilidade de viajar para fazer o exame, é importante se cuidar “, avaliou Nelry Moliterno.
“Muita gente diz que apoia o projeto Outubro Rosa, mas ajudar não é só curtir e compartilhar na internet. Eu fico satisfeita com parcerias como essa,  firmada com governo local, a Ong Noronha Eu Amo Eu Cuido e a iniciativa privada. Desta forma poderemos contribuir, de fato, para a prevenção do câncer de mama”, finalizou a médica Ana Tereza Regalado.

 

 

 

 

Fonte